Buscar por:  

EVENTOS REALIZADOS
ABIMAQ - REGIONAL VALE DO PARAÍBA

____________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ VALE celebra os 80 anos da entidade
Mais nova entre as sedes regionais, abrange 39 municípios atuando no fortalecimento do setor

 

Como parte da celebração dos 80 anos da ABIMAQ, a sede regional do Vale do Paraíba realizou no dia 30 de novembro um almoço parapolíticos e associados, em São José dos Campos.

José Wilmar de Mello Justo Filho, diretor regional, foi o responsável pela abertura do evento, em discurso que ressaltou o apoio que a ABIMAQ presta às empresas associadas, principalmente em questões relacionadas ao poder público.“Agradeço ao presidente e diretores pela iniciativa deste evento, que proporciona às empresas a possibilidade de conversarem, trocarem experiências e terem seus interesses discutidos junto com a ABIMAQ para que que possamos, cada vez mais, auxiliá-los da melhor forma”, disse Wilmar.

Após a exibição do vídeo em comemoração aos 80 anos da associação, o presidente-executivo da ABIMAQ, José Velloso, destacou a alegria de estar em São José dos Campos. “Nesses 80 anos, nossa história se confunde com a história da indústria de máquinas. Tivemos momentos difíceis e também muitas vitórias que nos conduzimos ao que somos hoje. Estamos atravessando a pior e mais longa crise do Brasil e, apesar de todos os obstáculos, continuamos firme trabalhando por uma indústria forte e competitiva”, afirmou.

Velloso ressaltou que o futuro da ABIMAQ continuará focado no fortalecimento daindústria. “Para os próximos 80 anos, nossa entidade continuará trabalhandopara que o setor continue gerando riquezas para o nosso país”.

Germano Rigotto, diretor de ação política da ABIMAQ, destacou a importância do trabalho da entidade no Vale do Paraíba e, principalmente, em São José dos Campos, chamada por ele de “capital da tecnologia”. Além das considerações sobre a atual situação política e reformas propostas pelo Governo.

            Prestes a completar 10 anos deatuação no Vale do Paraíba, a ABIMAQ VALE é a caçula entre as regionais, atende uma extensão que abrange 39 municípios e conta com cerca de 30 empresas associadas. Tem como principal compromisso o fortalecimento do setor por meio de reuniões periódicas com representantes do mercado para a difusão de ideias e de atividades como a Gestão de Programas de Contrapartidas (Offset), a Partilhado Conhecimento, o Fórum de Assuntos Trabalhistas, palestras, cursos e seminários, além do contato sistemático com instituições e Prefeituras, a fim de gerar oportunidades de negócios e parcerias para os associados.


Apresentação (clique para ler)
BAND CIDADE entrevista: Sr. José Velloso Dias Cardoso - Presidente Executivo ABIMAQ (clique para assistir)
________________________________________________________________________________________________________

Reforma Trabalhista é tema de Fórum realizado na Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba
Evento teve presença expressiva de representantes de empresas da região



No dia 20 de setembro, a Sede Regional da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba promoveu mais uma edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas. 

O tema “Impactos da Reforma Trabalhista” foi ministrado pela advogada Camilla de Moura Machado Toledo, que abordou assuntos referentes à jornada de trabalho e à negociação coletiva x negociação individual. Camilla é Bacharel em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP), com especialização em Direito Processual Civil pela PUC-SP (COGEAE), e é consultora em Direito do Trabalho e Previdenciário.

“Gostei muito do conteúdo e principalmente da habilidade da Dra. Camila, que tem conhecimento profundo sobre o assunto e contribuiu bastante para esclarecer os pontos principais da discussão com os presentes. Acredito ter sido de grande contribuição este Fórum”, afirma Renata de Oliveira Quilici Leiva, Gerente de RH da Johnson & Johnson.

O Fórum de Assuntos Trabalhistas é realizado bimestralmente na Sede da ABIMAQ no Vale do Paraíba, que fica localizada no Parque Tecnológico de São José dos Campos-SP.

“As pessoas estão ansiosas por informações sobre a Reforma Trabalhista, principalmente no que se refere à questão da terceirização. Por isso, o esclarecimento, principalmente para as empresas, é essencial para que a posição legal seja sempre respeitada”, destaca Carlos Lineu Faria Alves, Diretor Regional da ABIMAQ, ressaltando a importância do tema abordado no Fórum.


Apresentação (clique para baixar)
Jornal | A Voz do Emprego (clique para baixar)
________________________________________________________________________________________________________

Empresários participam de Fórum Trabalhista na ABIMAQ
 

Entre os assuntos abordados na Sede Regional no Vale do Paraíba estava a Reforma Trabalhista

A Sede Regional da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba realizou, no dia 25 de julho, mais uma edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas.

“Os fóruns trabalhistas sempre são de grande importância, pois trazem informações atuais e possibilitam troca de experiência e melhor entendimento das legislações e informações. Não diferente dos demais, o assunto deste fórum foi de muita importância e aprendizado”, diz Márcia Medeiros, Gerente de Recursos Humanos da Fameccanica do Brasil.

O Fórum de Assuntos Trabalhistas é realizado na Sede da ABIMAQ no Vale do Paraíba, que fica localizada no Parque Tecnológico, em São José dos Campos-SP.

“A Reforma Trabalhista é o tema do momento, pois envolve trabalhadores, empresários, sindicatos e o meio judicial como um todo. As questões foram muito bem pontuadas pela Dra. Camila e suas explicações esclareceram dúvidas de todos os participantes. Uma mudança que afeta a todos nesta magnitude tem uma importância vital para a sociedade, que deve se preparar para esta nova inserção nas relações trabalhistas”, destaca Danir da Silva Siqueira, Coordenador Administrativo da Daido Industrial e Comercial Ltda.

Apresentação (clique para baixar)
________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQVALE realiza palestra sobre liderança para empresários da região

A diretoria da Sede Regional da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) no Vale do Paraíba promoveu no dia 07/06/2017 mais uma edição da Partilha do Conhecimento, programa criado pela regional para estimular a troca de experiências entre as empresas do setor.

Com o tema “Uma conversa sobre liderança”, o palestrante Carlos Trubbianelli, engenheiro mecânico e técnico eletromecânico com mais de 25 anos de experiências em empresas de grande porte do setor de bens de capital, falou sobre “definições de liderança”, “as diferenças entre chefe e líder”, “tipos de liderança”, entre outros tópicos.

“O objetivo da palestra foi abordar o assunto ‘liderança’ mostrando a necessidade de se desenvolver constantemente esse quesito em função das mudanças que vivemos no dia a dia profissional e organizacional. 

A Partilha do Conhecimento faz parte da programação de palestras gratuitas da Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba, que reúne mensalmente representantes de diversos setores e tem objetivo de compartilhar informações técnicas, gestão empresarial e estratégias de negócios.

Apresentação (clique para baixar)
________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ promoveu Fórum de Assuntos Trabalhistas

A Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba promove no dia 17 de maio, mais uma edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas. Na ocasião, a advogada Camilla de Moura Machado Toledo, abordou os temas “Reforma Trabalhista (Substitutivo a PL 6787/16)”, “Lei 13.429 de 31/3/17 – Trabalho Temporário e Terceirização” e “MP 774 de 30/3/17 – Reoneração da folha de pagamento”.

Apresentação (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ reúne empresários para debater importação e exportação de máquinas e equipamentos

Partilha do Conhecimento estimulou a troca de experiências entre as empresas do setor

 

A diretoria da Sede Regional da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) no Vale do Paraíba promoveu na última quarta-feira (12/04) mais uma edição da Partilha do Conhecimento, programa criado pela associação para estimular a troca de experiências entre as empresas do setor.

 No encontro, realizado na Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba, localizada no Parque Tecnológico de São José dos Campos, os palestrantes Paulo Sérgio Medeiros Ferreira, Gerente de Análises Técnicas da ABIMAQ, e Rafael Martins, Analista de Mercado Externo da ABIMAQ, abordaram temas como “processo de inexistência de produção/similar nacional de máquinas e equipamentos” e “drawback e certificados de origem”.

 “O tema ministrado foi muito importante para o meu conhecimento e desenvolvimento na empresa. Apesar de não fazer parte do meu dia a dia, foi importante obter mais informações sobre o assunto. Hoje temos uma máquina importada que está em processo de nacionalização e, se necessário, solicitaremos um apoio da ABIMAQ. O evento também foi fundamental para ampliar meus conhecimentos sobre a associação, seus trabalhos e sua importância no mercado”, destaca Alessandra Ferreira Rodrigues Alves, Executive Assistant da Parker.

 A Partilha do Conhecimento faz parte da programação de palestras gratuitas da Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba, que reúne mensalmente representantes de diversos setores e tem objetivo de compartilhar informações técnicas, gestão empresarial e estratégias de negócios.

Apresentação 1 (clique para baixar)

Apresentação 2 (clique para baixar)


________________________________________________________________________________________________________


ABIMAQ realiza Fórum de Assuntos Trabalhistas



 

No dia 21 de março, a Sede Regional da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba sediou mais uma edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas, que contou com palestra da advogada Camilla de Moura Machado Toledo. 

Entre os temas abordados durante o Fórum, foram debatidos a Jornada externa - art. 62 da CLT, os Honorários periciais e o Projeto de Lei 6787/16. 

O evento aconteceu na Sede da ABIMAQ no Vale do Paraíba, localizada no Parque Tecnológico de São José dos Campos-SP.

Apresentação (clique para baixar)


________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ reúne empresários para debater a Manufatura 4.0

 

Partilha do Conhecimento estimulou a troca de experiências entre as empresas do setor

A diretoria da Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba promoveu nesta quarta-feira (15/03) a 19ª edição da Partilha do Conhecimento, programa criado pela entidade para estimular a troca de experiências entre as empresas do setor.

No primeiro encontro do ano, o Executivo de Empresas Nacionais e Internacionais e Diretor Regional da ABIMAQ, Carlos Lineu de Faria e Alves, ministrou a palestra “Manufatura 4.0 – O início é a automação, e o fim?”. Entre os assuntos abordados, Lineu destacou os ciclos de vida dos produtos e os desafios da competitividade.

A Partilha do Conhecimento também contou com a participação de Michele dos Santos, do Sebrae, que fez uma apresentação sobre as soluções tecnológicas subsidiadas pelo Sebrae-SP.

“A necessidade de recuperarmos a competitividade da indústria Brasileira é inquestionável e a integração de tecnologias proposta pela indústria 4.0 é, sem dúvida, um dos caminhos a percorrer. Num momento em que a indústria nacional sofre com a queda de volumes pela crise econômica, temos que dar as mãos para buscar alternativas e compartilhar as boas praticas. E neste sentido, a ABIMAQ, mais uma vez, fez um ótimo trabalho ‘partilhando conhecimento’, perspectivas e formas de atuar em torno do tema proposto nesta rodada”, destacou Luiz Moura, Diretor de Vendas e Marketing da Parker Hannifin Corporation.?

Apresentação (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ Vale do Paraíba discute o cenário atual e os desafios das empresas

 

São José dos Campos, SP – A Sede Regional Vale do Vale do Paraíba promoveu nesta quinta-feira (15) a 18ª edição da Partilha do Conhecimento.

O evento contou com a palestra “Tecnologia de Gestão deNegócios com base na Física”, ministrada por Gilmar de Almeida. “Os modelos utilizados atualmente têm sua origem há mais de 70 anos. Com as mudanças tecnológicas e novos paradigmas, a Física traz uma nova ótica, mais simples, mais prática e com resultados exponenciais”.

O empresário João Alexandro Vilela, da empresa Ael Sistemas,veio de Porto Alegre até São José dos Campos para prestigiar a Partilha e saiu satisfeito do evento. “Sempre recebo as notícias da ABIMAQ Vale do Paraíba e fiquei muito interessado no tema que seria abordado nesta edição da Partilha e, por isso, resolvi vir. Gostei muito da apresentação e do conteúdo apresentado.Valeu a pena”, disse.

“Parabéns pelo tema escolhido. A palestra foi muitointeressante e poderia ser apresentada mais vezes”, finalizou o participanteCarlos Pivetta, da CETEC.


Apresentação (clique para baixar)

Filme "A Meta" (clique para assistir)

Filme "Visão Viável" (clique para assistir)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ reúne empresários para debater Assuntos 
Trabalhistas

 

São José dos Campos, SP – Na ocasião, a palestrante Dra. Camilla de Moura Machado Toledo, abordou com cerca de 35 participantes dois temas: Advertência, Suspensão Disciplinar e Justa Causa e NR 35 – Trabalho em Altura.

“O encontro de hoje foi muito produtivo. Nós tratamos sobre temas cotidianos, porém, que geram muitas dúvidas para os departamentos de Recursos Humanos das empresas. Discutimos e analisamos diversos casos, questões de jurisprudência, além de sanar dúvidas dos participantes”, conta a advogada.

O Coordenador de Recursos Humanos da Liebherr, Dennis Brasil Rezende, participou do evento e considerou a experiência bastante válida. “O Fórum de Assuntos Trabalhistas tratou sobre temas muito oportunos e interessantes. A Dra. Camilla falou sobre questões que fazem parte do nosso cotidiano, prestando diversos esclarecimentos, agregando valor . Foi muito enriquecedor, pois consegui esclarecer dúvidas que tinha com relação a periculosidade. A troca de experiência entre os participantes também é muito bacana”, finaliza Rezende.

Apresentação (clique para baixar)


________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ reúne empresários para debater Assuntos 
Trabalhistas



São José dos Campos, SP – A Sede Regional da ABIMAQ(Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale doParaíba promoveu nesta quarta-feira (18/05) mais uma edição do Fórum deAssuntos Trabalhistas.

O evento, que foi realizado na sede da entidade, localizadano Parque Tecnológico, reuniu 18 participantes entre empresários, diretores,especialistas em recursos humanos e advogados das indústrias do setor no Valedo Paraíba.

A palestrante Camilla de Moura Machado Toledo, Bacharel emDireito pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP) e consultora de Direito doTrabalho e Previdenciário, falou sobre o Decreto 8.961 de 14/03/2016 – PeríciasINSS e sobre o Estatuto da Pessoa com Deficiência.

Alessandro Monteiro, Gerente de Manufatura da GeneralMotors, prestigiou a palestra e comentou sobre a iniciativa. “Os temasabordados são de extrema importância como, por exemplo, as mudanças daprevidência. É importante sempre nos atualizarmos e o tempo destinado para apalestra foi muito bem aproveitado”, afirma.

A ABIMAQ Vale do Paraíba tem sua sede situada na sala 112 doCentro Empresarial do Parque Tecnológico de São José dos Campos, no km 138 da RodoviaPresidente Dutra.

Apresentação (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ reúne empresários para debater Assuntos 
Trabalhistas



São José dos Campos, SP – No dia 16 de março a ABIMAQ promoveu mais uma edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas na regional de São José dos Campos. Nesta edição, a advogada e consultora em Direito do Trabalho e Previdenciário da ABIMAQ, Dra. Camila de Moura Machado Toledo debateu temas atuais e polêmicos da legislação trabalhista e previdenciária.

Entre os temas em destaque debatidos, o adicional de periculosidade para profissionais elétricos; a prorrogação de jornada para trabalho insalubre e o Alto Executivo e a proteção do Direito do Trabalho.

Participaram do evento aproximadamente 15 pessoas, entre elas analistas de Recursos Humanos, assistentes Financeiros e Administrativos. Entre elas a analista de RH da Parker Hannifin, Alecsandra Batista, transferida para a unidade de São José dos Campos há quatro meses.

“Tive a oportunidade de conhecer a ABIMAQ, e fiquei muito animada com a iniciativa deste Fórum. Os assuntos são atuais e abordados de maneira objetiva e dinâmica. Em um curso rápido conseguimos agregar novos conhecimentos e voltar ao trabalho com novidades para serem utilizadas no dia a dia”, destaca.

O próximo Fórum de Assuntos Trabalhistas acontece no dia 18 de maio e a programação será divulgada em breve.

Apresentação (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ promove curso “Como formar preços competitivos e lucrativos 
na indústria”



São José dos Campos, SP – NA ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos) promoveu no dia 17 de fevereiro o curso “Como formar preços competitivos e lucrativos na indústria”.

            O treinamento, ministrado pelo consultor Fábio Tozzini, recebeu 10 participantes, entre eles empresários, diretores e gerentes das áreas de produção, administração, financeira, crédito, vendas, além de profissionais envolvidos com os processos de apuração e cálculos de custos e com a definição e gestão da política de preços. 

            “O objetivo do curso é propiciar aos tomadores de decisão, condições para gerenciar e avaliar os custos, refletindo em um efetivo aumento da competitividade e lucratividade de seus preços”, explicou Tozzini.

            Na ocasião, também foram abordados temas como “conhecendo seus custos”, “estrutura e análise dos custos e preços” e “política dos preços”.

            O próximo curso acontece no dia 10 de março e vai apresentar de maneira didática e dinâmica como reduzir custos na indústria. As inscrições podem ser feitas pelo site www.abimaq.org.br. Associados possuem desconto.
________________________________________________________________________________________________________

16ª Reunião "Partilha do Conhecimento": Empresários debatem sobre os indicadores com base nos resultados das empresas
Evento foi realizado nesta quinta-feira (10/12) na sede da ABIMAQ Vale do Paraíba

 

São José dos Campos, SP–Nesta quinta-feira, 10 de dezembro, a ABIMAQ (Associação Brasileira daIndústria de Máquinas e Equipamentos) realizou a 16ª edição da Partilha doConhecimento, que reuniu representantes de diversos setores para compartilharmodelos e estratégias de negócios.

Nesta edição, o Diretorda ABIMAQ, Carlos Lineu de Faria e Alves, ministrou uma palestra sobre osindicadores com base nos resultados das empresas.

“O objetivo do seminário é apresentar osindicadores de desempenho baseados nos resultados das empresas de maneira aestabelecer reações diretas de causa e efeito, permitindo planos de açõesespecíficos e focado para obtenção dos resultados desejados”, explicou Lineu.

O Supervisor deExportações da empresa Daido Industrial, Whelington Baratieri, aprovou aescolha do tema. “Sempre participo dos eventos promovidos pela ABIMAQ e acheimuito interessante o encontro de hoje, principalmente por abordar a questão decomo fazer a apresentação dos números da empresa. A partilha é uma oportunidaderica para compartilharmos cases, nos atualizarmos em relação ao mercado, alémde proporcionar interação entre colegas da área”, concluiu.


Apresentação (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

15ª Reunião "Partilha do Conhecimento": ABIMAQ VALE debate os desafios de gestão de pessoas e o desempenho dos negócios em tempos de crise

 

São José dos Campos, SP – Evento da ABIMAQ Vale reuniu cerca de 40 empresários do Vale do Paraíba na 15ª edição da Partilha do Conhecimento, com representantes de diversos setores para compartilhar modelos e estratégias de negócios. 

 Nesta edição, os participantes debateram  um tema bastante atual: ‘Os desafios de gestão de pessoas e o desempenho dos negócios em tempos e crise’.

 O evento foi aberto com a palestra da psicóloga Cristina Souto Rigotti, que abordou o gerenciamento do estresse e a implicação nos resultados de performance no ambiente corporativo. “O principal objetivo da palestra é mostrar que precisamos manter o equilíbrio em situações de estresse. Isso pode ser alcançado por meio de várias técnicas como, por exemplo, as de respiração”, explica Cristina.

 Em seguida, o diretor da empresa Remunerar, Marcelo Samogin, explanou sobre os erros e acertos da remuneração estratégica em cenários de incerteza. “Este tema é extremamente atual e alguns recursos podem auxiliar os empresários a ter bons resultados, mesmo em tempos de crise. Neste período de recessão da economia, o mais importante é tornar a equipe mais eficiente”, conclui Samogin.


Apresentação (clique para baixar) | Vídeo (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ reúne profissionais para debater assuntos 
trabalhistas

  

São José dos Campos, SP – A Sede Regional da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba promoveu no dia 11 de novembro de 2015, mais a última edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas de 2015.

O evento, que foi realizado na sede da entidade e reuniu empresários, diretores, especialistas em recursos humanos e advogados das indústrias do setor no Vale do Paraíba.

Os palestrantes Dr Luiz Silveira e Dra Camila Machado, consultores em Direito Trabalhista, discursaram sobre as condutas anti-sindicais, reoneração da folha de pagamento, Portaria Interministerial nº 432, de 29 de setembro de 2015 – CNAE x FAP e feedback das negociações coletivas.

Carlos Lima, da empresa associada Liebherr Brasil, aprovou a escolha dos temas abordados. “Foi muito interessante. Os temas escolhidos são de extrema relevância e também muito atuais. Consegui esclarecer várias dúvidas sobre desoneração da folha de pagamento. Com certeza, estarei presente nas próximas edições”, concluiu.


Apresentação do Fórum de Assuntos Trabalhistas (clique para baixar)


________________________________________________________________________________________________________

14ª Reunião "Partilha do Conhecimento": Empresários 
debateram as oportunidades industriais lançadas no Porto 
de São Sebastião.

 

São José dos Campos, SP – No dia 26 de outubro, a ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) promoveu a 14ª edição da Partilha do Conhecimento, que reuniu representantes da indústria e acadêmicos da FATEC São José dos Campos para compartilhar modelos e estratégias de negócios.

Nesta edição, estiveram presente cerca de 40 participantes, na ocasião foi apresentado‘As oportunidades portuárias do Porto de São Sebastião’, com o diretor da Polo Operadores Portuários, Luiz Felipe da Costa Santana e Adriano Truffi, gerente de Meio Ambiente do Porto de São Sebastião.

A abertura do evento foi realizada pelo Presidente da CSPEP (Câmara Setorial de Projetos e Equipamentos Pesados, da ABIMAQ), Edson Morimoto, que já assistiu à palestra e destaca a importância deste debate para as empresas da região.

O Porto de São Sebastião é o mais próximo de nós e, por isso, estamos sendo beneficiados com os investimentos que o Governo do Estado está fazendo no Vale para receber o novo Porto. Precisamos estimular a competitividade entre o nosso Porto, o do Rio de Janeiro e o de Santos, o que trará mais visibilidade e para a indústria local”, salienta Morimoto.

A 14ª Partilha do Conhecimento da ABIMAQ aconteceu no Auditório da FATEC, na Av. Cesare Mansueto Giulio Lattes, s/n, no bairro Eugênio de Melo, em São José dos Campos.


Apresentação da 14ª Partilha do Conhecimento ABIMAQ (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ Vale reúne associados em treinamento sobre contabilidade



São José dos Campos, SP – A cada treinamento que é oferecido pela ABIMAQ no Vale do Paraíba, tem novos interessados em adquirir conhecimentos nos diversos assuntos oferecidos.
Na última edição, realizada no dia 25 de agosto, a entidade reuniu cerca de 15 participantes de empresas como Fameccanica, Cecompi, Hokkaido e Forming Tubing.
O curso foi destinado para pessoas que não atuam na área de contabilidade, mas que desejam obter noções gerais sobre o ciclo contábil. Geralmente, a ABIMAQ recebe empresários e profissionais das áreas de Recursos Humanos, Suprimentos, Advocacia, Informática e Finanças.
Na ocasião, o advogado e contador Dr. Edson Paulo Evangelista explicou de forma clara e objetiva os elementos que compõem e alteram a vida da empresa, apresentando os conceitos da contabilidade; as técnicas contábeis; os tipos de empresas e formas de tributação; e as demonstrações contábeis.
Confira a agenda de treinamento na ABIMAQ do Vale do Paraíba para o mês de setembro. Empresas associadas possuem descontos na inscrição de seus funcionários.

• 21/09 – Retenções de Impostos na fonte (INSS, PIS, COFINS, CSLL, IRRF, ISSi; com o advogado e contador Edson Paulo Evangelista;
• 23/09 – De vendedor a Profissional de Vendas; com o Administrador Luiz Henrique Casaretti;
• 24/09 – Prevenção de Contingências Tributárias; com o contador Jurandy Giamellaro.

________________________________________________________________________________________________________

Evento da ABIMAQ reúne 38 participantes para debater assuntos trabalhistas



São José dos Campos, SP – A Sede Regional da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba promoveu nesta quarta-feira (12/08) mais uma edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas, já tradicional entre os associados da entidade. O evento foi realizado às 9h30, na sede da entidade, em São José dos Campos.

O objetivo foi debater temas atuais e polêmicos da legislação trabalhista e previdenciária, como a Portaria nº 857 sobre Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos; jurisprudências; férias individuais e coletivas; lay off; home office e programa de desligamento voluntário, entre outros.

Entre os 38 participantes estão empresários, diretores e advogados de empresas do setor no Vale do Paraíba, além de profissionais de Recursos Humanos e Finanças.

A abertura de evento foi realizada pela Gerente executiva da ABIMAQ Vale, Denise Silva, e a palestra e debates foram ministrados pela advogada, Camilla Toledo.

A ABIMAQ Vale do Paraíba tem sua sede situada no Centro Empresarial do Parque Tecnológico de São José dos Campos, no  km 138 da Rodovia Presidente Dutra.

Apresentação do FAT (clique para baixar)
________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ Vale promove workshop gratuito sobre linhas de financiamento


  

Voltado para pequenas e médias empresas (MPMEs), encontro explicou quais são os recursos disponíveis para inovação e como adquiri-los.

São José dos Campos, 20 de maio de 2015 - A Sede Regional da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) no Vale do Paraíba promoveu nesta quarta-feira (20/05) o Workshop: Linhas de Financiamento do BNDES e da Agência de Desenvolvimento Paulista.

O Diretor da ABIMAQ Vale, Carlos Lineu, realizou a abertura do evento. “Tornar a empresa de vocês mais competitiva é muito importante. Nós estamos aqui para apresentar a vocês alternativas de financiamento que possam viabilizar isso, e o ideal seria vocês já terem em mente onde querem chegar”, ponderou.
 
O encontro contou com a apresentação de Luciano Velasco, do Departamento de Bens de Capital do BNDES, que falou sobre as linhas de financiamento disponíveis através do BNDES.
 
“As pequenas e médias empresas que tiverem algum projeto, podem recorrer a nós. O BNDES não realiza empréstimo, nós avaliamos esses projetos e financiamos os que tiverem de acordo com os pré-requisitos como capacidade de pagamento da empresa, cadastro comercial satisfatório, entre outros. Para projetos de inovação, podemos subsidiar até 70%, com taxa de 6% ao ano. A gente praticamente corre o risco do investimento com vocês”, explicou.

Em seguida, Mauro Miranda da Agência de Desenvolvimento Paulista, também discursou. “O Programa São Paulo Inova é uma iniciativa do Estado de São Paulo para apoiar empresas paulistas de base tecnológica e de perfil inovador em estágio inicial ou em processo. O Programa tem duas linhas de financiamento operadas pela Desenvolve SP, uma delas com juros, subsidiados pelo Fundo Estadual de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcet). Além das linhas de crédito o programa tem um Fundo de Investimento voltado para startups e empresas inovadoras com faturamento entre R$ 3,6 milhões e R$ 18 milhões”, contou.

Fechando a programação, Giselle Rezende do Departamento de Financiamentos e do Posto de Informações da ABIMAQ/BNDES, também discursou sobre a assistência que a ABIMAQ pode dar aos empresários. “Atuamos também como Posto de Informação do BNDES. Temos contato direto com eles e podemos auxiliar nossos associados a viabilizar os processos de financiamento junto ao BNDES e instituições financeiras. Contem conosco”, finalizou. 

Apresentações
Apresentação do BNDES (clique para baixar)
Apresentação da DesenvolveSP (clique para baixar)
Apresentação do DEFI - ABIMAQ (clique para baixar)

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ Vale promove 2ª edição do Fórum Trabalhista de 2015

  
Encontro tratou sobre temas atuais e polêmicos da legislação trabalhista e previdenciária

São José dos Campos, 13 de maio de 2015 - A Sede Regional da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) no Vale do Paraíba promoveu nesta quarta-feira, a segunda edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas de 2015.
Os advogados Carlos Antônio Peña e Camilla Toledo, ambos Consultores Jurídicos da ABIMAQ, ministraram a palestra e debateram com os convidados presentes temas atuais e polêmicos da legislação trabalhista e previdenciária como, por exemplo, decisões da Justiça do Trabalho; atualização de orientações Jurisprudenciais e Súmulas do TST; entre outras.
A analista de Recursos Humanos da empresa Wam do Brasil, Viviane Castro, aprovou a iniciativa do encontro. “Foram tratados assuntos bastante pertinentes ao nosso cotidiano e também gostei muito do espaço que foi aberto aos participantes de sugerirem temas para os próximos Fóruns. Além disso, acho que seria interessante e bastante produtivo montarmos, nessas ocasiões, grupos para trocarmos ideias e experiências”, avaliou.
As últimas edições do Fórum envolveram profissionais da área de Recursos Humanos do setor de máquinas e equipamentos que também trouxeram sugestões sobre temas interessantes. O próximo Fórum será realizado no dia 12 de agosto de 2015. 

Apresentação
Apresentação 2 Edição do Fórum Trabalhista 2015 (clique para baixar)
________________________________________________________________________________________________________

13ª Reunião "Partilha do Conhecimento": Evento reúne empresas para discutir a Gestão da Inovação.

  

São José dos Campos, SP – Nesta quarta-feira, (29/4), a Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) reuniu em sua sede, no Parque Tecnológico de São José dos Campos, cerca de 25 pessoas na 13ª Partilha do Conhecimento que abordou a importância da organização nas empresas a curto, médio e longo prazo para a Inovação. 

Ministrada pelo Diretor Executivo de Tecnologia da ABIMAQ, João Alfredo Saraiva Delgado, a palestra apresentou as soluções que o Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação da ABIMAQ oferece aos empresários. 

Esta ferramenta tem por objetivo apresentar aos associados os segmentos da indústria mais inovadores, bem como as características das empresas que mais inovam, entre outras informações que poderão auxiliá-los no alinhamento de suas estratégias de inovação com as tendências do setor e 
dos segmentos nos quais atuam.

Segundo dados apresentados pela ABIMAQ, 76% dos recursos utilizados hoje no Brasil para projetos de inovação são Próprios e apenas 11% via Financiamento Público. ““Essas linhas de crédito possuem as taxas mais baixas do mercado, porém, o processo de liberação é demorado e por isso precisa ser solicitado com antecedência. Quando programado, o empresário não precisa utilizar seu próprio capital e comprometer o orçamento da empresa”, completa.

O Coordenador de melhoria contínua da Confab, Mário Augusto Almeida Pina, aprovou a iniciativa da Associação. “Acho muito importante esses momentos com profissionais da área para discutirmos temas e trocarmos experiências. O palestrante tinha domínio do assunto e isso agrega bastante em nosso dia a dia”, contou. 

A próxima edição da Partilha do Conhecimento acontece no dia 20/05 e abordará sobre as linhas de financiamento do BNDS e da Agência de Desenvolvimento Paulista. As inscrições para o encontro são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (12) 3939-5733 ou pelo e-mail srvp@abimaq.org.br. 

As reuniões ‘Partilha do Conhecimento’ da ABIMAQ reúnem representantes de diversos setores, com o objetivo de compartilhar modelos e estratégias de negócios. A ideia é fomentar a competitividade da indústria de bens de capital no Vale do Paraíba, focando em inovação tecnológica.

Apresentação:

________________________________________________________________________________________________________

12ª Reunião "Partilha do Conhecimento": Criação e crescimento de empresas estão ligados às pessoas

  

Em palestra na ABIMAQ, Carlos Lineu destaca que motivação e desenvolvimento pessoal é o que mantém as empresas em crescimento

 

São José dos Campos, SP – Nesta semana, a Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), em parceria com o Parque Tecnológico de São José dos Campos reuniram 30 participantes na 12ª Partilha do Conhecimento.

O evento recebeu representantes de empresas como Alstom, Tobu Equipamentos, Alpina, Precitech, Incubadora da Revap, TSS Indústria, AKAER, Proshock, além de contar com a presença do Secretário de Desenvolvimento Econômico de São José dos Campos, Sebastião Cavali.

Na ocasião, o Diretor Conselheiro da ABIMAQ, Carlos Lineu Alves, falou sobre a criação e a perenização das empresas da indústria de Bens de Capital Mecânico. Lineu destacou a importância da capacitação profissional e intelectual dos empresários e de suas equipes. “São as pessoas que formam uma empresa e elas precisam se manter em desenvolvimento constante, pois disso depende o crescimento da empresa”.

Esta palestra inicia uma séria de seminários que serão ministrados sobre o assunto ao longo do ano em diversas unidades da entidade pelo Brasil.

As reuniões ‘Partilha do Conhecimento’ da ABIMAQ acontecem mensalmente e reúnem representantes de diversos setores, com o objetivo de compartilhar modelos e estratégias de negócios. A ideia é fomentar a competitividade da indústria de bens de capital no Vale do Paraíba, focando em inovação tecnológica.

A próxima edição da Partilha acontece no dia 28 de abril, com o tema Gestão da Inovação, e será ministrada pelo Diretor Executivo de Tecnologia da ABIMAQ, João Alfredo Saraiva Delgado. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo e-mail srvp@abimaq.org.br.



________________________________________________________________________________________________________


11ª Reunião "Partilha do Conhecimento": Empresários debatem como antever os sinais e reagir às crises

  

27 de novembro de 2014 – Nesta quinta-feira, (27/11), a sede regional da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) no Vale do Paraíba reuniu profissionais do setor na 11ª edição da Partilha do Conhecimento, que aconteceu na sede da empresa, no Centro Empresarial do Parque Tecnológico de São José dos Campos.

O encontro reuniu empresas de advocacia, tecnologia da informação e associados para debater e esclarecer dúvidas sobre como antever os sinais e reagir à crise

Para comentar o tema, a ABIMAQ VALE recebeu o Eng. Mecânico Urbano Cícero de Fleury Araújo, que foi diretor da Graúna Aerospace e da HTA,foi ex-conselheiro do CIESP, gestor da Turnaround, com especialização pelo INSPER, com projetos em SP, MG E SC.

Na ocasião, foram mencionados os principais sinais que as empresas apresentam quando passam por uma crise. “Os sintomas podem ser avaliados de forma precoce, intermediária e aguda, a nível gerencial, operacional e financeiro. Quanto antes a empresa adotar o Turnaround, mais chances ela tem de se recuperar. É preciso fazer um diagnóstico, para avaliar a dimensão da crise, e somente depois executar o plano de ação ”, destacou.

Outro ponto analisado foram os indicadores que devem ser observados constantemente pelos gestores, para evitar as crises. “A equipe de gestão precisa sempre estar atenta ao balanço e a demonstração de resultado de exercício. Esses dois indicadores dão dimensão de como o negócio está indo, como um todo”, completou Urbano

Ao final do encontro, o vice-presidente regional da ABIMAQ, Mário Sarraf, propôs a criação de um grupo de debates, com a participação dos profissionais presentes, para dar continuidade às pesquisas sobre o assunto.


________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ aposta em reforma política como forma de recuperação da indústria

6º Encontro Empresarial do Vale reuniu 95 convidados, entre representantes das industrias  e autoridades do Vale do Paraíba, em noite de importantes propostas para o setor.

Na noite da última segunda-feira, 20, a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos promoveu a 6º edição do Encontro Empresarial do Vale, que reuniu representantes das industrias  e autoridades da região do Vale do Paraíba no Novotel, em São José dos Campos.

A entidade tem promovido o encontro por todo o Brasil e compartilhado a preocupação sobre o ‘desaparecimento’ da indústria. “Conseguimos muitas conquistas para o setor nos últimos anos, como a desoneração da folha de pagamento e a desoneração total do IPI em máquinas, mas mesmo assim, o setor está vivendo um momento crítico. O novo presidente do Brasil precisa rever o cenário da indústria e as possibilidades para aumentar a competitividade no país, se não, daqui quatro anos nossa economia terá morrido”, afirma o novo presidente da entidade, Carlos Pastoriza.

Ele destaca ainda que o aumento da competitividade no setor trará novas oportunidades de emprego na indústria, o que poderá estimular o aumento do PIB. “Hoje vemos os brasileiros migrando do setor de produtos para o setor de serviços, com baixo valor agregado e sem perspectivas de crescimento. Mas, para isso, será necessário retomar a produção nacional no setor de Bens de Capital Mecânicos, que perde espaço a cada dia para os produtos importados”, conta.

Vindo ao encontro deste pensamento, o vice-presidente regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba, Mário Sarraf, salienta a urgência das necessidades do setor de máquinas e equipamentos. “Vivemos uma situação de muita dificuldade na indústria e as empresas correm o risco de se inviabilizarem se nenhuma medida for tomada em caráter emergencial”, reforça.

Sarraf pediu aos empresários que apresentem sugestões para o setor, para que elas possam ser somadas àquelas já inseridas no guia de Propostas de Políticas de Competitividade, que foi entregue aos presidenciáveis durante a campanha eleitoral deste ano e distribuído no encontro.
 
Entre as autoridades presentes no evento, esteve o ex-ministro da Ciência e Tecnologia e atual diretor do Parque Tecnológico de São José dos Campos, Marco Antonio Raupp, além do ex-governador do Rio Grande do Sul, e atual diretor de ação política da ABIMAQ, Germano Rigotto, que celebrou o trabalho da entidade na região do Vale do Paraíba, destacando as atividades do GTAeroespacial e defesa.
“A criação e os bons resultados que já foram apresentados pelo Grupo espelha a certeza de que o Vale tem crescido muito e a importância da região para o desenvolvimento do estado, e do país, que exporta sua marca para todo mundo”, destaca.

Compareceram também ao encontro autoridades de outras cidades da região, como São Luiz do Paraitinga, Guaratinguetá, Taubaté, Cruzeiro, Jambeiro e Pindamonhangaba, além de representantes de entidades como Ciesp, Fatec, Senai, Assecre e ACI.


________________________________________________________________________________________________________


10ª Reunião "Partilha do Conhecimento": Empresários se reúnem em debate sobre ferramentas de gestão integrada.

     

Vale do Paraíba, SP, 24 de setembro de 2014 – Nesta terça-feira, (23/9), a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) reuniu profissionais do setor na 10ª edição da Partilha do Conhecimento, que aconteceu na sede da empresa, no Centro Empresarial do Parque Tecnológico de São José dos Campos.

O encontro reuniu empresas de contabilidade, tecnologia da informação e associados para debater e esclarecer dúvidas sobre a implantação de softwares de gestão integrada nas empresas.

Para comentar os benefícios destas ferramentas, a Abimaq Vale recebeu o especialista Jonas Monteiro, profissional da área de gestão, que destacou as vantagens do compartilhamento das informações dentro da empresa.

Na ocasião, foram mencionados os principais sistemas utilizados pelas empresas presentes, com módulos integrados, ou não. Para Jonas, por mais inexpressivo que seja o faturamento da empresa, é essencial trabalhar com a interface das informações. 
“Todos os setores da empresa devem compartilhar os mesmos dados, para que as informações se confirmem ao serem confrontadas em todos eles. Módulos independentes podem gerar uma diferença neste balanço final, o que pode gerar danos para a economia da corporação”, destaca.

Outro ponto analisado é o contrato com as empresas de softwares que oferecem estes sistemas. “O ideal é manter um contrato de manutenção com as empresas de TI, e não apenas comprar o sistema. Desta forma, todas as atualizações feitas pelo Governo Federal poderão ser acompanhadas, evitando um desfalque ao empresário por informações incompletas”, completa a advogada da ABIMAQ, Gabriela Maluf.

Ao final do encontro, o vice-presidente regional da ABIMAQ, Mário Sarraf, propôs a criação de um grupo de debates, com a participação dos profissionais presentes, para dar continuidade às pesquisas sobre o assunto e buscar soluções inteligentes para as empresas, identificando a relação custo-benefício de cada sistema.
Sobre a Partilha

As reuniões ‘Partilha do Conhecimento’ da ABIMAQ reúnem representantes de diversos setores, com o objetivo de compartilhar modelos e estratégias de negócios. A ideia é fomentar a competitividade da indústria de bens de capital no Vale do Paraíba, focando em inovação tecnológica.

Estes encontros acontecem mensalmente, entre os meses de março e novembro. Por conta do Jantar Empresarial do Vale, que acontece em outubro, a próxima edição da Partilha do Conhecimento acontecerá no dia 20 de novembro. Em breve a entidade divulgará tema e abertura das inscrições.

________________________________________________________________________________________________________

Fórum Trabalhista da ABIMAQ aborda negociação salarial com entidades dos trabalhadores metalúrgicos

       

São José dos Campos, 28 de agosto de 2014 - A Sede Regional da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba promoveu nesta quinta-feira (28/8) mais uma edição do Fórum de Assuntos Trabalhistas da entidade. Entre os temas mais polêmicos estavam a negociação do reajuste salarial entre as entidades da indústria e os sindicatos dos metalúrgicos e a não obrigatoriedade do desconto referente a contribuição assistencial.

De acordo com o vice-presidente regional da ABIMAQ Vale, Mário Sarraf, a situação econômica da indústria brasileira não está em um momento favorável para negociar aumentos: “O que se espera é que o reajuste seja negociado em nível que possa ser suportado pelas empresas nesta fase difícil, aumentos fora dessa realidade podem  comprometer os orçamentos e provocar demissões que não interessam a ninguém,”  Estamos em um ano eleitoral e uma forma de segurar as demissões seria esperar para negociar no início do ano que vem”, sugeriu.

O SINDIMAQ (Sindicato Nacional das Indústrias de Máquinas) forma o chamado Grupo XIX com o SINAEES-SP (Sindicato da Indústria de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Estado de São Paulo), que desenvolve negociações com as entidades dos trabalhadores metalúrgicos.  Segundo a advogada da entidade, Gabriela de Britto Maluf, o reajuste pleiteado pelos metalúrgicos de São José dos Campos, por exemplo, é de 12,98%, mas as negociações ainda estão em andamento.

Durante o Fórum, ainda foram debatidos outros temas atuais da legislação trabalhista e previdenciária, como a Portaria TEM nº 789/2014: ampliação do prazo máximo do contrato de trabalho temporário, TST: empregados não filiados a sindicato não terão de pagar por contribuição assistencial, eSocial: divulgação oficial do cronograma de implantação e regime de competência, entre outros.
 


________________________________________________________________________________________________________

9ª Reunião: "Partilha do Conhecimento" da ABIMAQ provoca empresas a investirem em produtividade

São José dos Campos, 21 de agosto de 2014 - A sede regional da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) no Vale do Paraíba promoveu a 9ª edição da Partilha do Conhecimento nesta quinta-feira (21/8) com a temática “Banchmarking em produtividade industrial”. O evento reuniu representantes de empresas como Embraer, Parker, Daido, entre outras, além de instituições educacionais como a Fatec.

O presidente do Conselho de Óleo e Gás da ABIMAQ, Claudio Makarovsky, apresentou um programa de excelência para a produtividade voltada ao setor de máquinas e equipamentos da indústria de petróleo e gás desenvolvido pela entidade com o objetivo de provocar as empresas a apostarem em sistemas de medição, ações corretivas e planos de controle.

Segundo Makarovsky, a busca por medidas e ações que favoreçam a competitividade dos produtos nacionais acaba fazendo com que as empresas esqueçam-se de olhar para os processos internos e consequentemente a perda de produtividade em relação à concorrência nacional e mundial. “As empresas muitas vezes ficam se fechando em copas e tentando medidas para que os chineses não entrem no nosso mercado, mas não pensam em como melhorar o seu produto. Já que a competitividade foge da alçada de vocês, por que não investir em produtividade”, destacou.

O programa revelou que o Brasil está atrás de muitos países quando a questão é produtividade e identificou a necessidade de se investir em um Centro de Excelência voltado para essa necessidade. Como exemplo ele citou Singapura, que em 2012 inaugurou o seu sexto centro destinado a pequenas e médias empresas. O país asiático tem uma economia altamente desenvolvida e grande participação da indústria no produto interno bruto (PIB). 

Para o supervisor de vendas da Daido, Whelington Baratieri, a reunião Partilha do Conhecimento contribui para ampliar a visão das empresas sobre o mercado. “Somos uma empresa de 40 anos que ficou estagnada durante algum tempo, no sentido de não buscar novas metodologias de gestão. Apesar de termos aumentado nosso faturamento, isso não significa que melhoramos nossa tecnologia. Essas palestras nos ajudam a enxergar o que acontece a nossa volta”, salientou. 

Prestação de contas

A reunião foi aberta pelo vice-presidente regional, Mário Sarraf, que aproveitou o momento para apresentar a nova diretoria da ABIMAQ eleita para mais quatro anos de mandato. Sarraf também falou sobre a proposta de políticas de competitividade desenvolvida pela entidade para apresentar aos candidatos à Presidência da República diagnósticos e sugestões para embasarem os planos de governo.

Segundo ele, é importante que toda indústria afine um mesmo discurso sobre as prioridades. “Não há país no mundo que seja desenvolvido sem uma indústria de transformação forte. A longo prazo o volume de riqueza diminui e o país empobrece. Nesse período pré-eleitoral precisamos multiplicar esse discurso para que a sociedade tenha esse entendimento”, enfatizou. 

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Alameda Comunicação: (12) 3923-9818 www.alamedacomunicacao.com.br 
Jornalista Responsável: Camila Garcêz
camila@lamedacomunicacao.com.br (12) 8205.0999





ABIMAQ e CECOMPI desmistificam Lei do Bem e apresentam caminhos para conseguir incentivos fiscais

O Grupo de Trabalho Aeroespacial e Defesa da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) e o CECOMPI (Centro para Inovação e Competitividade do Cone Leste Paulista) promoveram nesta terça-feira (29/7), em São José dos Campos, um encontro entre empresários do setor para desmistificar as vantagens e benefícios oferecidos pelo governo federal, por meio da lei 11.196/2005, conhecida como Lei do Bem.

Voltada para o fomento da pesquisa e desenvolvimento dentro das empresas brasileiras, o conteúdo da legislação ainda é pouco conhecido. Em 2012, apenas 787 empresas em todo o Brasil usufruíram desse benefício. Segundo o gerente executivo de impostos da Ernst & Young – EY, Anselmo Bueno Silva, esse número é muito pequeno. “As empresas acabam tendo uma insegurança jurídica pelo fato do retorno vindo do poder público ser alto. Com a renúncia fiscal do governo federal, as empresas podem receber de 20 a 28% do que foi investido em P&D”, explicou durante sua apresentação.

A principal dúvida dos empresários gira em torno da definição de inovação tecnológica. Muitos deixam de se beneficiar desse recurso por acreditar que o seu produto, processo ou projeto não se encaixam nas exigências de ‘inovação’. Para pleitear os benefícios da Lei do Bem, é preciso deixar claro que o trabalho desenvolvido é inovador para a empresa. Diferente do que muitos imaginam, não precisa ser uma invenção, mas sim algo novo aplicado à sua realidade, não necessariamente ao mercado.

Dentro da estrutura oferecida pela ABIMAQ aos seus associados o IPDMAQ (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Máquinas e Equipamentos) acompanha as companhias nos desafios que a tecnologia demanda. “As empresas que inovam se diferenciam de seus concorrentes em diferentes aspectos e acreditamos que nossas empresas podem chegar mais longe”, destacou Anita Dedding, secretaria executiva do IPDMAQ, durante a apresentação do panorama de investimentos em inovação tecnológica no país e contextualização sobre os caminhos que devem ser seguidos para alcançar os incentivos fiscais.

O coordenador do GTAero e Defesa da ABIMAQ, José Wilmar de Mello, acredita que as empresas podem ter retorno imediato caso consigam identificar essas oportunidades oferecidas pela Lei do Bem. “Assim como a desoneração do INSS na folha de pagamento, um pleito que nasceu dentro da ABIMAQ, essa lei também pode contribuir para o desenvolvimento e a busca pela competividade”, completou. 



ABIMAQ reúne empresários para falar sobre o desafio 
das empresas em busca da competitividade
Associação quer ajudar indústria de bens de capital mecânicos identificar nichos de inovação no mercado
 
São José dos Campos, 25 de junho de 2014 - A ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) promoveu nesta quarta-feira (25/6) a palestra “Os desafios das empresas”, às 9h, no Centro Empresarial do Parque Tecnológico de São José dos Campos. A palestra marcou a abertura do seminário Trilha TEGEI (Técnicas Eficazes de Gestão de Empresas Industriais), que terá ainda um ciclo de cinco novas palestras.
 
Durante o evento, o diretor regional da ABIMAQ Vale, Carlos Lineu de Faria e Alves, apresentou os temas que serão abordados durante a TRILHA TEGEI, um seminário sobre técnicas eficazes de gestão de empresas industriais que acontece nos meses de agosto e setembro. Os temas são:
 
- Blue Ocean (06/08)
- Canais de Venda (13/08)
- Frugal Innovation (20/08)
- Técnicas da Gestão das Operações (27/08)
- Gestão de Pessoas para Alto Desempenho (03/09)
 
O projeto propõe o desenvolvimento de uma trilha composta pelos cinco seminários, como uma opção para atualizar profissionais das empresas industriais, preparando-os não apenas para identificar um nicho ou oportunidade de inovação no mercado, mas também para desenvolver uma solução que atenda a esta oportunidade. “Queremos despertar centelhas de conhecimento apresentando os problemas, as técnicas adequadas para equacioná-los e alguns casos de sucesso real”, destaca Alves.
 
A ABIMAQ está sempre em busca de ferramentas para que a indústria de bens de capital mecânicos volte a ser competitiva, mesmo com um cenário econômico desfavorável com taxa de câmbio inadequada e juros básicos (SELIC) subindo.
 
Carlos Lineu de Faria e Alves é engenheiro mecânico, mestre e PHD pelo ITA. É também professor do ITA e atuou como executivo em grandes e médias corporações. Atualmente, ocupa o cargo de Diretor Regional da Abimaq.
 
Mais informações e inscrições, podem ser obtidas pelo telefone (12) 3939.5733 ou pelo email srvp@abimaq.org.br. As vagas são limitadas.

________________________________________________________________________________________________________

ABIMAQ fomenta setor de máquinas e equipamentos com evento sobre linhas de financiamento do BNDES

Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba promoveu na última quarta-feira (14/5) um encontro entre empresários do setor para apresentar as linhas de financiamento do BNDES e do banco Desenvolve SP disponíveis para a aquisição de máquinas, investimentos, projetos de inovação tecnológica, entre outros serviços.

O evento realizado em São José dos Campos contou com cerca de 60 participantes  representando empresas como, Montarte, Wam do Brasil, Aisys, Tecservice, Metalúrgica Tuzzi, Prolind, Propertech, Techduto, Avibras, Tecplas e Imtec.

Durante o encontro o Luiz Edmundo Del Negro Sutter, engenheiro da área industrial,  do BNDES-DEBK, novo departamento voltado para o setor de bens de capital, traçou um panorama sobre as principais linhas de apoio financeiro, com os investimentos, custos, prazos, fluxo operacional de tramitação, entre outras informações.

A gerente do Posto de Informações do BNDES na ABIMAQ, Giselle Rezende, falou sobre como os principais bancos apoiam as micro, pequenas e médias empresas. Entre as principais linhas estão o PSI, que financia a produção e aquisição de máquinas e equipamentos e o PROGER com foco nos projetos de investimentos. Presente no evento, representantes da Caixa Econômica Federal, colocou à disposição dos empresários para informações e esclarecimentos de dúvidas para financiamento através da instituição financeira.

Para finalizar, a Agência de Fomento Paulista – Desenvolve SP trouxe temas relacionados às linhas para investimento fixo, projetos de expansão e capital de giro. Em breve, a agência voltará à Sede Regional do Vale com agenda exclusiva para atender as empresas interessadas.


Parker Hannifin apresenta ‘segredo de sucesso’ na 7ª Partilha do Conhecimento da ABIMAQ Vale

A Sede Regional da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos – ABIMAQ Vale - promoveu a 7ª Partilha do Conhecimento na última terça-feira (22/10) na Parker Hannifin. Durante a visita, a empresa apresentou sua unidade em São José dos Campos, onde são produzidos os filtros para combustível, plataforma que corresponde a 65% da produção e faturamento da companhia no Brasil. Na mesma planta a Parker também produz filtros para óleo, água, ar e gases.

Os participantes ainda puderam conhecer um dos ‘segredos de sucesso’ da empresa, o Sistema Lean, um modelo de trabalho com princípios e ferramentas para tornar a empresa mais competitiva, através da redução de custos, melhoria da qualidade e aumento da satisfação do cliente.

A Parker é uma das pioneiras na aplicação do Sistema Lean, atingindo grandes resultados em termos de produtividade e redução de estoques. “O Lean está implantado e consolidado, mas a disciplina deve ser constante”, destaca o gerente geral da Divisão de Filtração, Sérgio Monteiro.

No Brasil, a Parker mantém oito unidades produtivas e seis escritórios regionais de vendas, desenvolvendo produtos e sistemas para as áreas de controle de processos, hidráulica, pneumática, filtração, eletromecânica, condução de fluidos e gases, selagem e blindagem e climatização.

As reuniões ‘Partilha do Conhecimento’ da ABIMAQ reúnem mensalmente representantes de diversos setores, com o objetivo de compartilhar modelos e estratégias de negócios.

A ideia é fomentar a competitividade da indústria de bens de capital no Vale do Paraíba, focando em inovação tecnológica. Pensando nisso, a entidade classista também promove no dia 29 de outubro um workshop com foco na inovação tecnológica. “Sabemos que existe a possibilidade de grandes empresas como a Parker instalarem suas divisões em nossa região e queremos contribuir para esse desenvolvimento, criando um cluster da indústria de máquinas e equipamentos”, ressalta Mário Sarraf, vice-presidente da ABIMAQ no Vale do Paraíba.

________________________________________________________________________________________________________

6ª Reunião "Partilha do Conhecimento": ABIMAQ Vale fomenta indústria regional com reuniões focadas em inovação tecnológica

Na sexta edição da reunião ‘Partilha do Conhecimento’ a Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba levou os empresários do setor de máquinas e equipamentos para conhecer as instalações e projetos do Parque Tecnológico de São José dos Campos, CECOMPI e os laboratórios da Embraer e Vale Soluções em Energia – VSE. O encontro aconteceu na última quarta-feira (18/09) e reuniu cerca de 50 pessoas.

O projeto da ABIMAQ Vale está fazendo a diferença na indústria de bens de capital da região, incentivando a troca de informações entre diferentes empresas. Além disso, a iniciativa fomenta o setor, atraindo empresários de outras localidades. “Achamos muito válida essa participação e os representantes das empresas visitadas estavam muito dispostos a nos apresentar os projetos”, destacou Richard Rietjens, diretor da Holomaq, empresa associada da ABIMAQ, instalada em Holambra.

Pela primeira vez na ABIMAQ Vale, o supervisor de vendas da Willy Instrumentos de Medição e Controle, Marcelo Cardoso, foi atraído pelos projetos da Embraer, uma das empresas responsáveis pela condição de polo tecnológico que São José dos Campos ocupa atualmente. “O que me trouxe aqui foi poder conhecer novas tecnologias e obter oportunidades de negócios”, disse o representante da empresa de São Caetano do Sul, na grande ABC.

Durante a visita foi possível conhecer o desenvolvimento de projetos de alta tecnologia, como os softwares da Embraer na área de novos negócios que criam uma rede em tempo real e permitem rastreamento da área estudada em uma comunicação banda larga. A tecnologia pode ser utilizada em automóveis, aeronaves, embarcações ou em centros de solo.

O grupo também conheceu os próximos passos do Parque Tecnológico em relação à captação de novas empresas que devem participar do processo de seleção para se instalar no Centro Empresarial II e os projetos do CECOMPI para estimular o empreendedorismo e a inovação.

Do outro lado

Depois de participar das reuniões anteriores como expectadores, os representantes da Vale Soluções em Energia – VSE abriram as portas para os empresários. “Estar do outro lado é ainda mais oportuno, pois potencializamos os contatos”, acredita Luciano Cezário Campos, engenheiro de Aplicações de Vendas.

Entre os espaços visitados estavam os laboratórios químicos, de materiais, modelagem, simulação e análise computacional, além de projetos em desenvolvimento ou fase de testes capazes de oferecer soluções tecnológicas para diferentes situações e necessidades.

Para o vice-presidente da ABIMAQ no Vale do Paraíba, Mário Sarraf, o sucesso da ‘Partilha do Conhecimento’ se deve a disposição dos parceiros da entidade em compartilhar suas informações. “Esse modelo com certeza traz contribuições grandes para várias empresas que passam a criar relacionamento, discutem assuntos comuns e trocam experiências”, completou.

A próxima edição do evento será na Parker Hannifin, líder mundial em tecnologias e na fabricação de sistemas diversificados de movimento e controle.

________________________________________________________________________________________________________

5ª Reunião "Partilha do Conhecimento" reuniu representantes da indústria do Vale para conhecerem as soluções tecnológicas da Alstom em Taubaté

A Sede Regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba levou representantes das indústrias de máquinas e equipamentos no Brasil para conhecer as instalações e projetos desenvolvidos pela Unidade da Alstom em Taubaté, onde também está em construção o primeiro Centro Global de Tecnologia na América Latina. A visita monitorada foi realizada nesta quarta-feira e integrou a 5ª Partilha do Conhecimento.

A multinacional tem 55 anos de história no país e emprega cerca de cinco mil brasileiros nas diversas unidades espalhadas pelo território nacional. A unidade de Taubaté é o berço para a produção na área hidráulica. As pesquisas e testes realizados durante a fabricação dos equipamentos são compartilhados com todas as unidades da empresa. “As indústrias têm muito conhecimento a ser compartilhado, principalmente em inovação, fator determinante para um país mais competitivo”, garante o vice-presidente regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba, Mário Sarraf.

Ao encontro do projeto ‘ABIMAQ 2022’ que foca na inovação tecnológica, a Alstom também aposta em ações como a produção seriada que diminui o ciclo de fabricação e consequentemente reduz em quase 50% os custos. São iniciativas como essa, que a entidade propõe ao setor, com o objetivo de tornar os produtos produzidos no Brasil mais competitivos no mercado. “A Alstom trabalha desenvolvendo soluções para barragens de hidrelétricas e se não desenvolvermos tecnologia nessa área ficaremos fora do mercado. Por isso, investimos nessa estrutura, queremos fazer a diferença”, destaca o diretor comercial da Alstom, Luciano Santos.

Ver de perto a obra e as fábricas fez com que os visitantes percebessem a grandeza do investimento na região. “Nessas visitas ficamos surpresos com o nível de tecnicidade desenvolvido no Vale. O que vemos nas apresentações é evidenciado durante a visita”, conta o engenheiro de aplicações de vendas da VSE, Luciano Cezário Campos. Para ele, o evento mensal fortalece a região, desenvolve interfaces e explora as potencialidades dos envolvidos que acabam descobrindo o potencial de negócios e soluções que estão bem próximos, mas muitas vezes são procurados até no exterior.
 
O quem vem antes da energia elétrica

Os consumidores finais da energia elétrica que vivem conectados aos computadores, tablets, celulares e TV a cabo, não imaginam a cadeia produtiva por traz da mecânica de fabricação de equipamentos e construção das usinas hidrelétricas, responsáveis por 78,6% da produção energia no Brasil, segundo os últimos dados do Ministério de Minas e Energia, divulgado em maio.

A fábrica mecânica da Alstom foi apresentada pelo gerente de produção, Silvio Vanzella. Há quase 30 anos na empresa, o funcionário falou com naturalidade sobre cada uma das peças que dali serão enviadas para as principais hidrelétricas em construção do país, como Belo Monte - na Amazônia e Teles Pires – entre Pará e Mato Grosso.

Um dos equipamentos que mais chamou a atenção foi o cubo, parte da máquina que será utilizada na Usina de Santo Antônio em Porto Velho.  O grupo também conheceu a fábrica elétrica e o espaço onde está sendo construído o Centro Global de Tecnologia.

Fotos:


________________________________________________________________________________________________________


4ª Reunião "Partilha do Conhecimento" reúne empresas do Vale do Paraíba com palestra sobre gestão narcisista

A regional da ABIMAQ no Vale do Paraíba lotou a casa nesta quarta-feira (12/6) com a palestra da psicanalista Maria Angélica Braga Alves sobre o tema ‘Gestores Narcisistas – Visão Psicanalítica. Os convidados foram recepcionados pelo vice-presidente regional, Mário Sarraf. 

O encontro faz parte das reuniões ‘Partilha do Conhecimento’ organizadas pela entidade com o objetivo de dividir informações e estratégias de sucesso com empresas associadas e potenciais parceiras. 

Segundo a palestrante, um dos maiores problemas enfrentados pelas pessoas atualmente são os relacionamentos. “Os gestores narcisistas destrutivos não respeitam limites e menosprezam os riscos. Eles confundem o ser autoritário com ter autoridade”, ressaltou. Maria Angélica destacou ainda que uma gestão empresarial centrada no autoritarismo e na dificuldade em lidar com as diferenças impede a diversidade de pensamentos, reduzindo o desenvolvimento pessoal e empresarial. “Em uma gestão assim não existe troca verdadeira e o líder fica encarcerado em sua própria visão, promove os bajuladores e perde os mais competentes e questionadores”, completou.

O evento também contou com a presença do vice-presidente e diretor da Relação do Trabalho da ABIMAQ, Carlos Pastoriza, que apresentou o cenário da indústria de bens de capital no Brasil e falou sobre os desafios e ações da entidade para o desenvolvimento da competividade. “Não existe nenhum país economicamente forte sem uma indústria de transformação forte, e para isso precisamos de inovação tecnológica. Sem tecnologia o Brasil periga voltar a ser colônia e não potência, pois exportaremos apenas matéria-prima e importaremos os produtos”, enfatizou. 

O evento reuniu cerca de 40 pessoas, entre elas representantes da Alstom, Gerdau, Confab, entre outros. 

Apresentações:

Fotos:


________________________________________________________________________________________________________


3ª Reunião “Partilha do Conhecimento: Associados participam de visita ao Instituto Tecnológico de Aeronáutica

A 3ª reunião da “Partilha do Conhecimento”, realizada pela regional do Vale do Paraíba da ABIMAQ nesta terça-feira (28/5), revelou outra face do Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA - mais acessível e aberta às parcerias. 

Uma das principais instituições do país em termos de potencial humano para engenharia, o ITA agora pretende se tornar referência internacional na área, foi o que garantiu o consultor da escola, André Macedo, durante a apresentação do novo projeto estratégico. “Temos gabarito para isso, o país tem potencial e vamos fazer. Somos pequenos, mas queremos que nosso impacto seja grande”, destacou Macedo. 

Para que o projeto saia do papel, as instalações serão ampliadas. Mais de 150 professores passarão a integrar o quadro de mestres e dois novos prédios serão construídos para abrigar o Centro de Inovação Tecnológica com sede no ITA e no Parque Tecnológico de São José dos Campos. 

A ideia é ousada e agrada a indústria de máquinas e equipamentos. “Esse projeto é uma reinvenção do ITA. Eles estão programando os próximos 20 anos de crescimento em termos de gestão, projetos e desenvolvimento científico-tecnológico para que se acompanhe o desenvolvimento do mundo atual”, opinou o diretor da Engemasa, Antonio Zanette, associado à regional da Abimaq em Ribeirão Preto. 



________________________________________________________________________________________________________


2ª Reunião “Partilha do Conhecimento”: ABIMAQ busca mão de obra qualificada no SENAI Taubaté

Os empresários da ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos) no Vale do Paraíba realizaram no dia 17/04 a 2ª Reunião da Partilha do Conhecimento. Na Oportunidade, fizeram um tour pelos laboratórios do SENAI Taubaté ‘Félix Guisard’ e aproveitaram para conhecer os serviços e o curso superior de Tecnologia e Fabricação Mecânica que está entre os três melhores do Brasil na área e recebeu nota máxima no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes - ENADE, avaliação realizada pelo MEC.
 
Segundo o diretor da instituição, Fernando Gonçalves, 90% dos alunos que se formam nessa área entram com facilidade no mercado de trabalho. Grande parte deles está na indústria. “Os cursos não surgem em função de um espelho ou de uma cópia e sim da necessidade apresentada principalmente pelos empresários locais”, falou Gonçalves sobre a formatação da grade curricular. 

Com foco na área de mecânica, o Senai Taubaté atende as demandas por mão de obra qualificada vinda das empresas associadas à ABIMAQ. “Vamos começar a conversar sobre a possibilidade de criação de alguns cursos voltados para fabricantes de máquinas e equipamentos do Vale do Paraíba. Não encontramos com facilidade mão de obra desse nível e por isso esses profissionais são fundamentais” adiantou Sarraf sobre a parceria. 

As reuniões ‘Partilha do Conhecimento’ são organizadas pela ABIMAQ com o objetivo de dividir informações e estratégias de sucesso. O novo formato com visitação in loco agradou aos participantes. 

Para o diretor da TECSERVICE, Antônio Custódio, o que falta no Brasil é a integração entre a empresa, indústria e entidade. Com essa fórmula as empresas podem ter mais acesso aos serviços e tecnologia desenvolvidos nas instituições de ensino. “A profissionalização da indústria precisa ter uma base e a base é a educação. Usar a tecnologia a favor da indústria é muito bom, pois começamos a concorrer com países de primeiro mundo”, ressaltou.

Fotos:


________________________________________________________________________________________________________


1ª Reunião “Partilha do Conhecimento”: ABIMAQ reúne empresas do Vale do Paraíba para discutir novas estratégias de planejamento 

A regional da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) no Vale do Paraíba reuniu empresas de expressividade na região nesta quarta-feira (20/3), para discutir estratégias empresariais. Participaram representantes da Embraer, Gerdau, Alstom, Destaco, Precitech, além do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

A palestra ministrada pelo diretor geral da Destaco EMA e diretor regional da ABIMAQ, Carlos Lineu, apresentou a teoria do Oceano Azul, um planejamento que estimula as empresas a criar ações que explorem novos nichos de mercado e apresentem diferenciais estratégicos ao invés de focar o planejamento apenas de acordo com as movimentações da concorrência. 

O gerente da Gerdau, Vanderlei Queixaba, definiu a partilha do conhecimento como um momento importante para que as indústrias do setor estejam em contato dividindo suas opiniões. “A parte que mais me chamou a atenção foi a busca pelo não-cliente. As vezes focamos muito em buscar o cliente, combater o concorrente e esquecemos de outros horizontes. Precisamos navegar em mares que ainda não foram explorados”, ressaltou Queixaba. 

O engenheiro da Embraer, Renzo Galuppo Fernandes, já pensa em longo prazo. “Partilhar o conhecimento é fundamental, sem isso não vamos a lugar nenhum. Precisamos pensar na aplicação desse método como forma de trazer novas empresas para o Vale do Paraíba, visando a industrialização”, completou Fernandes.


by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2017 Todos os direitos reservados.

Av. Jabaquara, 2925 - Mirandopolis - CEP: 04045-902 - São Paulo/SP
Tel: (11) 5582-6368 - Fax: (11) 5582-6379