Buscar por:  

Assine o RSS Noticias

Voltar 29/03/2019 - Diário do Comércio

FATURAMENTO

ANA AMÉLIA HAMDAN
 
Apesar disso, resultado não é considerado satisfatório pela Abimaq

O faturamento da indústria de máquinas e equipamentos em Minas mostrou elevação em fevereiro, mas os números foram considerados insuficientes pelo setor. De acordo com balanço divulgado ontem pela Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos - Regional Minas Gerais (Abimaq/MG), o faturamento teve alta de 3% na passagem de janeiro para fevereiro. 

No comparativo fevereiro 2019/fevereiro 2018, o aumento foi de 4,5%. “O resultado não é satisfatório, pois emjaneiro o desempenho foi fraco. Esse resultado não representa aumento daatividade, indica apenas que paramos de cair”, disse o membro do conselho daAbimaq/MG, Marcelo Veneroso. Em janeiro de 2019, o setor mostrou crescimento de3% em relação a dezembro de 2018.

Entre os fatores que seguram osresultados estão o impacto provocado pela tragédia da Vale em Brumadinho, naRegião Metropolitana de Belo Horizonte; o cenário mundial recessivo e o ritmode implantação de medidas prometidas pelo governo federal. “O empresário está caindona real de que terá que esperar um pouco mais pelas reformas”, diz MarceloVeneroso.

Ele afirma que o impacto daredução da atividade de mineração, após o desastre em Brumadinho, ocorre emtodo o País. “Perdemos negócios com a paralisação de algumas minas e a reduçãoda atividade”, diz.

Além disso, o cenário deexpectativas positivas vivido pelo mercado está segurando investimentos. “Oempresariado não ficou pessimista, mas está dosando o tempo para investir.Enquanto o empresariado quer agilidade para o aquecimento dos negócios, ogoverno precisa de tempo para implantar as medidas prometidas”, diz. “A Reformada Previdência é o sinal esperado para que os investimentos deslanchem”,completa.

Capacidade instalada - O balançoda Abimaq/MG aponta ainda que o nível de utilização da capacidade instaladaregistrou ligeira alta de 0,6% na passagem de janeiro para fevereiro. Nacomparação de fevereiro de 2019 com igual período do ano anterior, o acréscimofoi de 4%.

Já o nível de emprego subiu 1% emfevereiro na relação a janeiro, com elevação de 1,3% na comparação de fevereirodeste ano com igual mês do ano passado.

No caso das exportações, osresultados foram negativos: houve queda de 8% em fevereiro no comparativo comjaneiro. Na base comparativa fevereiro 2019/fevereiro 2018, ocorreu retração de3,5%.

No período de recessão, cominício para o setor em 2013, o segmento acumula perdas que se aproximam de 70%.As quedas foram interrompidas em 2018, mas, segundo Veneroso, as elevações nãoocorreram de forma a garantir recuperação da atividade. “Estamos caminhando delado há um ano”, diz.

O levantamento nacional indicaque o faturamento dos fabricantes de máquinas e equipamentos cresceu 23,8% emfevereiro no comparativo com janeiro, chegando a R$ 6,54 bilhões. Já em relaçãoa igual mês do ano passado, o aumento foi de 15,8%.

Assine o RSS Mais Notícias

Anterior Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo
by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2019 Todos os direitos reservados.

Av. Getulio Vargas - 446 Sala 701 - CEP: 30112-020 - Belo Horizonte - MG
Tel: (31) 3281-9518 - Fax: (31) 3284-8751
E-mail: srmg@abimaq.org.br