Buscar por:  

Assine o RSS Noticias

Voltar 28/08/2019 - Diário do Comércio

Faturamento

JULIANA SIQUEIRA
 
Faturamento da indústria em MG sobe 2,9%.

Um balanço divulgado ontem pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – regional Minas Gerais (Abimaq-MG) mostra a expansão do setor, embora ainda de maneira tímida. O segmento no Estado teve alta de 2,9% no faturamento em julho em relação ao mês anterior, mas em comparação ao mesmo período de 2018 teve uma queda de 4,7%.

De acordo com o membro doconselho administrativo da Abimaq, Marcelo Veneroso, em julho do ano passado, osetor ainda estava se recuperando da greve dos caminhoneiros, que paralisou oPaís em maio, contribuindo para a alta do faturamento após o término domovimento e, consequentemente, da base de comparação.

Já as exportações apresentaram umcrescimento de 12% em julho no confronto com junho. Em relação ao mesmo mês doano passado, o incremento foi de 9%. Quando se trata do nível de empregos, ocrescimento foi de 1,2% em julho em relação a junho e de 2,8% em comparação aomesmo mês de 2018.

O nível de utilização dacapacidade instalada, por sua vez, apresentou crescimento de 0,6% tanto nacomparação entre julho e junho deste ano quanto em relação ao mesmo período doano passado.

Evolução gradual - Veneroso frisaque esse cenário mostra que os investimentos estão retornando aos poucos, masque a economia “continua seguindo a tendência de andar de lado. Os númerospositivos que tivemos neste mês ainda não dizem que é a recuperação definitivado setor”, ressalta.

O membro do conselhoadministrativo da Abimaq, porém, destaca que há otimismo entre os empresários,sobretudo tendo em vista as reformas no País, como a da Previdência e atributária, que deverão contribuir positivamente para o segmento. “Elas vãodeslanchar os investimentos e, com isso, o setor volta a crescer”, acrescenta.

Outro motivo para otimismo, deacordo com Veneroso, está relacionado à expectativa de privatizações deempresas, o que contribuirá para um impulso nas vendas do setor. “Asorganizações tendem a fazer investimentos para a melhoria do que elasadquiriram”, destaca.

Futuro - O membro do conselhoadministrativo da Abimaq diz que as coisas estão no caminho da melhora e que asexpectativas são boas para os próximos meses. “Porém, não precisa esperar nadade muito relevante para este ano. O ‘boom’ deverá vir a partir do ano que vem”,pondera ele, que frisa que o País tem, sim, potencial para crescer.

Os números em Minas Gerais,conforme destaca Veneroso, seguem mais ou menos a mesma tendência do País.Ainda de acordo com os dados da entidade, a receita líquida da indústria dosegmento no Brasil apresentou um incremento de 2,4% em julho em relação a junhoe queda de 5,2% comparado a julho de 2018.

Assine o RSS Mais Notícias

Anterior Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo
by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2020 Todos os direitos reservados.

Av. Getulio Vargas - 446 Sala 701 - CEP: 30112-020 - Belo Horizonte - MG
Tel: (31) 3281-9518 - Fax: (31) 3284-8751
E-mail: srmg@abimaq.org.br